FÍSICA SEM EDUCAÇÃO

A única maneira de fazer o Brasil progredir é com educação, informação e caráter.

sábado, 19 de novembro de 2011

O Espírito de Spirit em Marte




Quem já viu filmes e desenhos animados com robôs têm idéia da tecnologia que “rola” por trás deles. E não é coisa de ficção cientifica não!
São muito estudo e conhecimento, além de paciência. Quando nos referimos aos cientistas que trabalham na NASA, então, essa paciência tem que ser infinita.
Vou contar a historinha desse simpático robô, Spirit, que foi enviado a Marte no dia 4 de janeiro de 2004 e desde então fotografa, aliás fotografava, e coletava dados de Marte.

O Spirit foi projetado para suportar toda a variação de temperatura marciana, além da sua atmosfera. Foi equipado com microscópios, espectrômetros (instrumento óptico que mede radiação luminosa) e brocas.
Ele anda bem devagar (100m/dia), mesmo porque tem que observar os mínimos detalhes para fazer análises geológicas, tirar fotos e quebrar rochas. O Spirit é geólogo, jornalista, garimpeiro etc.
Mas, depois de seis anos trabalhando exaustivamente, o Spirit atolou num banco de areia em Marte.
A NASA fez inúmeras tentativas de salvar o Spirit, mas ele foi declarado “morto”. Apesar desse trágico acidente, Jonh Callas, o gerente de projetos do laboratório de propulsão a jato diz: “É triste se despedir do Spirit, mas temos que lembrar as descobertas feitas por ele em todos estes anos”.
Spirit e seu irmãozinho gêmeo Opportunitty foram para Marte e cada um pousou de um lado do planeta. Enquanto Opportunity aterrissa em solo propício, repleto de minerais, onde antes havia um lago, Spirit cai na cratera Guser, com poucas evidências de água. Assim, Spirit, sem escolha, tem que fazer grandes escaladas para fazer descobertas.


E, apesar do seu azar, ele consegue. Depois de escalar montanhas do tamanho da Estátua da Liberdade, sofrer redemoinhos de ventos e frio noturno, ele consegue. Só que, passado um tempo, ele fica manco (uma das rodas da frente para de funcionar) e ele começa a andar de ré e a ter ataques de memória (armazenamento da memória flash).
Apesar de tudo isso, o nosso amiguinho fica preso em um banco de areia. Foram feitas várias tentativas para desatolar o robozinho, mas a sua traseira para de funcionar, imobilizando de vez o nosso amigo.
E não para por aí, os engenheiros não conseguem manobrar os painéis solares e, sem energia suficiente, o nosso amiguinho entra em estado de hibernação, a -55° C. Mandaram várias naves, na tentativa de sinais de vida do robozinho, inclusive antenas espaciais da Espanha, Califórnia e Austrália, mas até agora nada! Em Marte só resta o “espírito” de Spirit. E Opportunity está sozinho e triste.
Mas a boa noticia é que não ficará sozinho por muito tempo, logo mandarão ao Planeta Vermelho um mega hiper super jipe robô, de 900 quilos, o Curiosity.


Esse dá um show de tecnologia! Movido com energia nuclear, possui guindastes voadores e raios laser. O negócio é tão cinematográfico que até o cineasta James Cameron foi convidado para ajudar a desenvolver a câmera 3 D de alta resolução, mas infelizmente, o projeto não ficou pronto a tempo. Imaginem a tecnologia disso! Para mais conhecimento e informação acessem o site http://www.inape.org.br/ 

estarei com uma coluna no site com  o nome de Si Bella, la cience! Nesse site poderão obter mais informações sobre ciências, participem, compartilhem, vale a pena conhecer, afinal, conhecimento nunca é demais!!!
.


video
 Linkin Park - Iridescent [HD] - from Transformers: Dark of the Moon - YouTube


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será aprovado após lido, obrigada!